Uma análise de como começam os problemas e vícios em jogos de apostas

Palavras de Jason Shiers, Certificado de Coach Transformativo  e Psicoterapeuta pela Addiction Treatment (UKAT) do Reino Unido

Jason tem trabalhado com vícios e saúde mental por mais de 20 anos de maneiras evoluídas até encontrar e experimentar os 3 Princípios. Jason tem ensinado e compartilhado os 3 princípios em seu trabalho com vícios desde então.

Este artigo destaca onde o problema e o vício em jogos realmente começam: na mente do jogador, muito antes de encontrar qualquer operador. Mas, este artigo também abordará se os operadores podem ou não influenciar o problema ou  ajudar com suas ferramentas de jogo responsáveis .

Entendendo a experiência humana

Todos nós estamos na jornada da vida, e a única garantia é a mudança, é a única garantia desde o início dos tempos. No entanto, ficamos tão acostumados a abordar coisas que as pessoas enfrentam como absolutas, ou fatos de seu caráter. Como o viciado, ou qualquer outra personalidade, por exemplo. Se você analisar alguém por dentro, não encontrará nenhuma personalidade ali, não está embutida em alguém, é uma projeção em constante mudança de quem eles realmente são, muitas vezes ofuscados por sua psicologia desenvolvida.

Para entender isso um pouco mais a fundo, cada pessoa vê o mesmo em todos? Se você pegar 10 pessoas e perguntar a elas sobre a personalidade de alguém que todas elas conhecem, você receberá 10 respostas diferentes. Isso sugere que a personalidade está nos olhos de quem vê e que todas as tentativas de definir alguém são subjetivas, mesmo no mundo da psicologia e dos problemas com jogos de apostas.

A subjetividade da vida é inocentemente perdida nas teorias tradicionais da psicologia e da psiquiatria, com suas tentativas de definir as pessoas em categorias e diagnósticos. Como se houvesse um modo de ser permanente ao qual as pessoas estão presas. Essas teorias, sem saber, perpetuam o problema com um maior reconhecimento de uma autoimagem inexplicável, que não é um fato.

Onde começam os problemas e vícios com jogos?

Com o tempo, conforme passamos pelo condicionamento de vida, acontece um processo de assumir as ideias de outras pessoas sobre como devemos ser, quem devemos ser e como o mundo deveria ser. Você também pode chamar isso de desenvolvimento do ego, autoimagem. Isso parece fixo, e que a vida é um processo de melhorar a imagem ilusória, de melhorar nossos sentimentos, nossa experiência de vida e transcender o sofrimento. Todos, desde familiares bem-intencionados até indústrias de bilhões de dólares, apóiam o desenvolvimento do eu imaginário, que freqüentemente perpetua ainda mais o sofrimento.

✅ problem gambling premium vector download for commercial use. format: eps,  cdr, ai, svg vector illustration graphic art designQuando a lacuna entre quem pensamos que somos e quem pensamos que devemos ser aumenta, quando o mundo não se parece com o que pensamos que deveria ser, ocorre o sofrimento. Esta é a base fundamental da mentalidade dos jogadores que tem problemas em apostar. Eles buscam o escapismo, consciente ou inconscientemente, ou tentam preencher um buraco infinito com um objeto finito.

 
 
Os operadores de jogos de azar podem fazer o problema piorar?

Na verdade, existem 2 pontos para serem analisados: o dano que alguém fará a si mesmo para consertar um problema infinito que não pode ser resolvido e o papel que os operadores desempenham para facilitar isso. Além disso, há a responsabilidade e o apoio em ajudá-los a ver o que realmente está acontecendo e em orientá-los na direção certa para obter ajuda.

Faz todo o sentido não permitir que as pessoas se danifiquem, quando você tem o poder de impedi-los, mas os operadores podem realmente evitar danos ou apenas proteger seus próprios negócios? A resposta é: ninguém jamais poderia saber, cada caso individual em que alguém gastou uma quantia de dinheiro que não tinha ou cometeu um crime para conseguir dinheiro para jogar é único. Pode haver momentos em que a exclusão salva vidas, e também pode haver momentos em que a exclusão simplesmente empurra as pessoas para os operadores não regulamentados, onde continuam sua autodestruição até o ponto do suicídio.

Os operadores de jogos de azar podem ajudar com assistência?

Se jogar é o sintoma, ensinar as pessoas a controlar seus sintomas para interromper o problema é como colocar um curativo em um ferimento causado por uma bala. Ensinar a compreensão de como a mente humana funciona em relação ao jogo pode mudar a vida, porém, quando as pessoas começam a ver como as coisas realmente funcionam, o problema do jogo torna-se menos atraente, simplesmente porque há menos escapismo necessário para uma vida feliz

Gambling Images | Free Vectors, Stock Photos & PSDSempre há casos de extremidades em que as pessoas precisam de intervenções e tratamento para seu comportamento descontrolado. Se você pegar os números do NHS onde dizem:

“O NHS estima que mais de 400.000 pessoas na Inglaterra são viciadas em jogos de azar e dois milhões de pessoas correm o risco de desenvolver a doença.”

Você pode ver como faz sentido diminuir esses números com uma melhor compreensão do problema. Também nos impede de gastar continuamente energia e finanças sem obter nenhum resultado.

Thomas Insel - Psiquiatra-chefe e neurocientista do instituto nacional de saúde mental por 13 anos escreveu recentemente:

“Passei 13 anos no NIMH realmente promovendo a neurociência e a genética dos transtornos mentais e, quando olho para trás, percebo que, embora eu acredite que consegui obter muitos artigos legais publicados por cientistas a custos bastante elevados - por volta de US $ 20 bilhões - não acho que tenhamos agido na redução do suicídio, reduzindo as hospitalizações, melhorando a recuperação de dezenas de milhões de pessoas com doenças mentais ”.

Portanto, faria sentido ter uma perspectiva diferente do problema, ter um novo olhar e explorar a infinita engenhosidade e criatividade da comunidade de apoio e encontrar a solução.

Como podemos ver, a indústria se fixou inocentemente no sintoma, quando começou muito antes de a indústria existir, o jogo é simplesmente um meio que está acessível, não com culpa em si, mas com alguma responsabilidade de ajudar as pessoas que financiam sua existência.

SiGMA Americas:

Após o lançamento bem-sucedido do SiGMA Europe (Malta) e do SiGMA Asia (Manila), estamos lançando o SiGMA AMERICAS, cobrindo todos os três principais fusos horários. A edição inaugural está marcada para 22-24 de setembro de 2020 com uma cúpula virtual com foco em dois temas: SiGMA AMERICAS para a indústria de jogos e AIBC AMERICAS para a indústria de tecnologia emergente. Queremos fornecer conteúdo novo, para ajudá-lo a navegar por esses tempos turbulentos. Se você está explorando as Américas como uma nova fronteira ou se perguntando quais soluções de tecnologia adotar, nós o ajudamos: conecte-se em 22 a 24 de setembro de 2020.

Related Posts