Melhores práticas de coleta de dados são identificadas pelo IBIA

Um conjunto de padrões de identificação de protocolos para a coleta de dados de eventos esportivos para fins de apostas foi publicado pela International Betting Integrity Association (IBIA)

Há uma falta de regulamentação formal geral e licenciamento em relação à coleta de dados que inclui a cadeia de fornecimento. É visto como um benefício claro que altos níveis de transparência de precisão sejam garantidos, explicou o fiscalizador de integridade.

IBIA Logotipo com bolas

Acredita-se que este seria um meio eficaz para atingir uma abordagem definida cujo único objetivo seria proteger a integridade do esporte, dos seus dados, dos mercados de apostas gerados por esses dados e dos consumidores que usufruem desses produtos.

A IBIA destacou ainda que: “Nenhuma abordagem de dados é infalível ou imune a possível corrupção, mas medidas podem e devem ser tomadas para proteger contra tais atividades ilícitas e controles eficazes podem minimizar os riscos associados.”

Essa publicação dos padrões de melhores práticas surgiu de uma chamada da IBIA em maio, que exigia que todas as partes na cadeia de fornecimento de dados de apostas esportivas contribuíssem com o desenvolvimento de protocolos de integridade.

Membro afiliado da IBIA, a Stas Perform fez público que estaria a contribuir para a procura de elevados níveis de precisão e transparência com integridade.

Esses padrões visam obter dados totais que sejam precisos, confiáveis e transparentes. Além disso, os dados devem ser obtidos de forma responsável, a fim de minimizar o risco e, ao mesmo tempo, de uma forma que proteja contra a criminalidade ou má conduta.

Além disso, medidas alternativas foram delineadas cobrindo três áreas principais de enfoque: verificação e treinamento de pessoal, processos de coleta de dados e integridade e relatórios de dados.

Com foco na verificação e treinamento do pessoal, é necessário que a coleta de dados seja realizada por pessoas com 18 anos ou mais, por pessoas que tiveram suas identidades verificadas, incluindo verificações de antecedentes individuais, garantindo que não existam conflitos de interesse.

Todas as partes envolvidas devem passar por treinamento ao vivo, que deve ser repetido se uma pessoa estiver inativa por 90 dias ou mais. O treinamento também deve consistir em protocolos a serem seguidos para ser capaz de identificar e relatar quaisquer problemas de integridade.

Khali AliEnquanto isso, o processo de coleta de dados deve identificar claramente a fonte, a precisão e a confiabilidade dos dados, marcando como eles foram alcançados. O provedor de dados também deve definir a velocidade, latência e processo de transmissão para clientes da operadora. Também é solicitado que tais dados sejam mantidos de forma segura por pelo menos três anos.

Finalmente, para integridade de dados e relatórios, uma avaliação de risco detalhada deve ser realizada para todos os eventos esportivos ou competições nos quais os dados são coletados, com monitoramento contínuo e análises de riscos potenciais.

Afirma-se que quaisquer questões relacionadas à integridade devem ser imediatamente sinalizadas para todas as partes da cadeia de fornecimento de dados, incluindo outras partes interessadas na indústria. Com isso, é essencial que acordos de compartilhamento de informações sejam desenvolvidos e aplicados com os investigadores regulatórios necessários.

Khalid Ali, Executivo-Chefe do IBIA declarou: “Quando iniciamos este processo, afirmei que manter a confiabilidade e credibilidade dos dados de eventos esportivos era de extrema importância para os membros da IBIA e que os desafios colocados pela pandemia destacaram ainda mais a necessidade de dados robustos correntes,".

“A IBIA buscou enfrentar esse desafio de integridade e implementou um conjunto de padrões de dados que refletem as expectativas mínimas da associação e de seus membros.”

As empresas em conformidade que desejam passar por um processo de auditoria de seus processos de coleta de dados, realizado pelo organismo de teste e padrão eCOGRA, receberão um Kitemark de Padrões de Dados.

Shaun McCallaghanKhalid Ali explicou ainda que “A associação acredita que a coleta de dados é uma parte importante do debate mais amplo sobre a integridade das apostas esportivas e esses padrões e processo de auditoria, a ser conduzido pela agência de testes independente e internacionalmente aprovada, eCOGRA, representa o próximo passo no processo da associação trabalhar nesta área, ”

“Apelamos a todas as partes envolvidas no processo de coleta de dados para demonstrar que atendem a esses padrões e de seu compromisso em proteger a integridade da cadeia de fornecimento de dados global.”

O CEO da eCOGRA Shaun McCallaghan continuou a enfatizar que “Nossos especialistas em auditoria profissionais trabalharam com empresas que operam nos setores de apostas e dados e a eCOGRA buscará utilizar esse conhecimento da indústria para obter o melhor efeito no processo de avaliação de padrões de dados.

“Também auxiliaremos o IBIA em um teste de resistência anual e no aprimoramento desses padrões.”

Sobre o site renovado SiGMA:

O Grupo SiGMA tem o prazer de anunciar o lançamento de seu site renovado. O site está atualmente disponível em 5 idiomas: inglês, russo, mandarim, português e espanhol; o plano é adicionar outros 5 idiomas nos próximos meses -  francês, tailandês, coreano, japonês e hindi.

Related Posts

Stats Perform anuncia parceria com WTA

Stats Perform, uma empresa analítica conhecida especializada em dados com sede em Chicago, visa auxiliar o WTA com dados rápidos e precisos Tal ...